No encontro, o ministro se comprometeu a manter os repasses financeiros ao município para a manutenção dos serviços prestados pela Central de Trabalho e Renda (CTR), agência pública de emprego criada em 2010.

 Pelo acordo, o Ministério repassa, mensalmente, 95% dos recursos necessários para a realização das atividades da CTR, como a emissão de carteiras de trabalho, seguro desemprego e recolocação dos trabalhadores no mercado. Por meio de parceira com a Secretaria de Educação do município, a Central também oferece qualificação profissional aos trabalhadores. “Vamos manter o combinado no convênio para que o posto continue a oferecer serviços de qualidade” disse Nogueira. O acordo foi assinado em 2012 e se encerra em 2017.

O posto da CTR funciona na Rua Marechal Deodoro, 2.316, das 8h às 17h, de segunda a quinta e, as sextas, das 8h às 15h. Na subprefeitura do Riacho Grande (Avenida Araguaia, 265) o atendimento é das 9h às 16h (segunda a sexta).

Durante a visita, o prefeito falou ao ministro sobre algumas obras em andamento na cidade, como as do Drenar, de combate às enchentes, e a construção de corredores de ônibus. Também apresentou outras intervenções já concluídas, como a entrega de 1.236 moradias no Conjunto Habitacional Três Marias. “Esse conjunto recebeu famílias que moravam em situação degradante, em cinco favelas. Construímos ao lado dos prédios um Centro Educacional Unificado (CEU), quadra esportiva e um parque.”

Desde 2009, a atual Administração já construiu e entregou 4.911 moradias e regularizou 4.696 loteamentos. No mesmo período, retirou 4.412 famílias de áreas de risco. Parte delas já recebeu novas moradias.